27 fevereiro 2010

FUNDEADOURO


para navios com menos de 5 metros de calado


Visto de terra, junto do forte de S. João .



Veja as diferenças e não, não é sujo. Áuguinha da chuva, senhores......

TAGUS YACHT CENTER E O BLUE MOON

Creio que é assim o nome. Venamar também dá. Chega-se lá, indo até à AMORA e depois é procurar o campo da bola, e estamos na beira rio. Paisagem lindissima, dada por Deus.


Depois de tanto tempo na água ( áuga, português antigo) não se observam  maleitas graves.

É o shaping do costume. Uma lipoaspiração aqui, um bottoxzinho ali, e prontos, já está.
Passadeira vermelha com ele.



Um dos veleiros mais graciosos de Lisboa, e no dizer do JFMV, quiçá de Alcantara, tornou-se este mês também um dos mais graciosos de todo o South Bank, além da Palha.

Para os dos barcos de ferro, os zincos trabalharam bem. Talvez o da porta de leme , não demonstre, mas era  nesta direcção, que eu arriava sempre o zinco portátil; Apesar de ser no bordo oposto, a coisa deu nisto.

FRENTE RIBEIRINHA DE CACILHAS


Ou Marginal,




Ou copiado dos espanhóis, o Passeio Maritimo.
Sim, que o nosso é o passeio dos tristes.
E é cinzentinho comme il fault!
É a nossa " Rive Gauche"

22 fevereiro 2010

O HIPER CLISTER DO MAR

A União Europeia tem mais mar do que terra e possui a maior superfície marítima do mundo. Tem 1200 portos e a maior frota mercante do mundo. Cerca de 90% do comércio externo e 40% do comércio interno realizam-se por via marítima.




As regiões costeiras, que abrigam 50% da população da União Europeia, representam mais de 40% do seu produto interno bruto (PIB). A economia marítima representa cinco milhões de empregos. Cerca de 5% do PIB provém directamente das indústrias e dos serviços do sector marítimo. Esta percentagem é muito superior se forem tidas em conta as contribuições indirectas de outros sectores, como o turismo.

 
O Grande Clister
 
 
          É com enorme prazer que Portugal recebe, aqui em Lisboa, esta «Conferência Ministerial sobre uma Política Marítima para a União Europeia».
          E permitam-me que comece por sublinhar a particular sensibilidade de Portugal a este tema.
          Em primeiro lugar, pelo seu histórico e reconhecido pioneirismo marítimo.
         Em segundo lugar, pela sua posição geo-estratégica, pela excepcional extensão da sua Zona Económica Exclusiva e pela relevância estratégica das suas duas regiões ultraperiféricas.
        E, em terceiro lugar, pela responsabilidade acrescida de ter instalada na sua Capital a importante Agência Europeia de Segurança Marítima.
        Conscientes da nossa particular identidade e sensibilidade em relação ao mar, aprovámos uma Estratégia Nacional para o Mar e criámos uma Comissão Interministerial que, no quadro da estratégia europeia que estamos a definir, promoverá uma gestão integrada e sustentável da nossa política marítima no plano dos recursos económicos, do conhecimento e da inovação tecnológica, da preservação e da valorização do ecossistema e, finalmente, da segurança.

E cremos que este é o caminho a seguir pela União Europeia


Estes clisteres dão nisto. Pasmem que já apontamos o caminho á UE .
É disto que o meu povo gosta!!!!!!!

NST AMALIA



Pois é! Como o Constantino, cuja fama já vinha de muito longe. A Amalia aparece em todo o lado. O NST " stands for" North Sea Tankers.


O dia acabou assim: Ás corridas.
Não sei quem ganhou, mas seguramente vão levar porradinha de criar bicho, lá fora. Cada um tem o que merece.


PÃO PARA A BOCA

Na nossa muito árdua tarefa de alimentar os milhares de cavalos que diariamente se passeiam pelas nossas costas e rios, enfrentamos de tudo. Até o VERDE e o AZUL, este ultimo tão garrido hoje.

WESTMINSTER DREDGING MEWDWAY II


Já se disse muito sobre as dragagens. São um mal necessario. É assim como as estradas e as pontes.
Para se refazer uma estrada ( alargar, por exemplo) tem de se partir TODAS as pontes e viadutos; É uma especie de apólice contra a falta do dito; E anima tudo.....

As dragas igualam estes campeões. Tiram do meio, para por aos lados. Viva as Mafrés Vivas, e mais a Pamela!
MEDWAY II fact sheet

21 fevereiro 2010

OS MARES DO MUNDO


Por muito dificil que vos seja, acreditem que esta cor é a cor do NOSSO mar. É verdade, aqui ao lado, ao virar da esquina, esncontram-se estes azuis.


Bom tempo , um bocado esquisito


Os maus tempos foram sendo redefinidos ao longo dos tempos. Um pouco como o saber. Na idade média, mais que o mar, era o vento que afligia as gentes do mar. Hoje, independentemente do vento, é o mar que condiciona mais o navegar.


Mesmo sabendo que é o vento que vai ditar tudo. A agitação é senpre fruto do vento. Mas tem dias, e não são poucos, que é O SOL o responsavel. Se bem que indirectamente.


Variações em cinzento pardo. Tudo quase mococromatico. A cores.



O povo de marinheiros que fomos, transformou-se em poucos anos em povo de camionistas, que somos. Bastou que ensinassem o caminho para  o Mercado Abastecedor de Lisboa, 20 Kms terra adentro, e eis-nos na DOCAPESCA DE LISBOA.


Onde estavamos nessa altura???

19 fevereiro 2010

DANÇAS NO RIO

O velhinho ALA, lá vai andando. Adia a reforma com orgulho.


Parcel Tanker, Product Tanker, qualquer coisa. LENTINHOS


Faz parte das nossas exportações (?)


De braço dado

So long, farewell, auf wiedersehen, goodbye

I leave and heave a sigh and say goodbye -- Goodbye 



May the wind be always at your back

May the sun shine warm upon your face

May the rain fall soft upon your field

And until we meet again

May God hold you in the palm of his hand

( A celtic blessing )



E vou-me embora que se faz tarde......

NAUFRÁGIOS

Da Imprensa:

14-02-2010
          A Polícia Marítima resgatou hoje, na praia do Rei, Costa da Caparica, o corpo do pescador vítima de um naufrágio no dia 5 de Fevereiro, disse à Lusa fonte daquela força policial.
         O homem, de 42 anos, foi resgatado cerca das 10h30 pela Polícia Marítima, depois de informada pelos bombeiros de que tinha sido avistado um corpo a boiar.
O corpo foi encaminhado para a morgue do Hospital Garcia da Orta, em Almada.
        Pedro Nunes, 25 anos, foi o único sobrevivente do naufrágio de uma embarcação de pesca do bivalve que no dia 5 de Fevereiro se afundou a meio do percurso entre os portos de Lisboa e Setúbal, causando a morte a um outro pescador, de 62 anos.

18-02-2010
Um pescador morreu e outro está desaparecido na sequência do naufrágio, ao princípio desta manhã, de uma embarcação ao largo de Areosa, Viana do castelo, informou fonte da Capitania local.

19-02-2010
Cinco pescadores desaparecidos desde ontem em Peniche e Viana do Castelo .
          As operações de busca aos quatro pescadores que se encontravam a bordo de uma embarcação que naufragou ontem ao largo da costa de Peniche prosseguem desde esta manhã, agora também em terra com o apoio dos bombeiros. Em Viana do Castelo continua por encontrar o pescador que desapareceu após o naufrágio do barco em que seguia com o irmão.


Provavelmente teremos de nos habituar.... Os NAVIOS de pesca ou foram vendidos os abatidos a troco de algum dinheiro.
Restaram  pequenos barquitos, onde porventura se arriscará ir cada vez mais longe, ou mais perto... dos perigos..
Já estivemos duzentos anos sem navios, dirão os peritos no miserabilismo.


Trocou-se gerações de saber fazer, de sensibilidade para o mar , de marinharia,por um sonho que depressa ficou pesadelo. Esperemos que haja o bom senso de reconhecer erros e de os ultrapassar.
Vamos ver onde acaba.

MAR DA PALHA - MAR TENEBROSO


Já lá o soberbo Hipótades soltava
Do cárcere fechado os furiosos
Ventos, que com palavras animava
Contra os varões audazes e animosos.
Súbito o céu sereno se obumbrava,
Que os ventos, mais que nunca impetuosos,
Começam novas forças a ir tomando,
Torres, montes e casas derribando.



Não eram os traquetes bem tomados,
Quando dá a grande e súbita procela:
"Amaina, disse o mestre a grandes brados,
Amaina, disse, amaina a grande vela!"
Não esperam os ventos indinados
Que amainassem; mas juntos dando nela,
Em pedaços a fazem, com um ruído
Que o mundo pareceu ser destruído.




SOCIEDADE DE GEOGRAFIA DE LISBOA

O blue Moon I associa-se e vai estar presente com armas e bagagens.
Carreguem os vossos Ipod, Ibad's, agendas e outros artefactos de guerra para não haver desculpas.

18 fevereiro 2010

AASTUN DO PANAMA

Haverá piores.

Masmuitobemcarregadinho

Quadro Ocidental

CAMELIA LOWLANDS ONYX E O RESTO




  



O Onyx atracado. Construido em 66, na Suécia este.



Dragamos

UM DIA DESTES

Airoso, o  cacilheiro. Ou trafarieiro; Ou Portobrandeiro....

PRAIAS DO SUL

 

São passagens da margem sul do rio Tejo, muito junto à ponte, a juzante.
 

Como em muitas outras vezes, conseguimos resultados que pelo extraordinario, nos espantam.


          Além de um rio " capado" para a navegação, temos isto.
É engraçado, como um GENTIO -  " merdicantis compulsivus" se lembrou de chamar a Lisboa,  praia de Madrid. A proposito de um combóio, Imagimem!  E  a que chamaria ele um assobio.....
Mas  tudo isto vem a propósito de tal chavão não ser português, mas espanholês, do tempo dos Filipes, e aí falava-se em tornar o rio Tejo NAVEGÁVEL. Apesar de 500 anos volvidos, seria ainda o meio de transporte MAIS BARATO.


"......No médio Tejo encontram-se ainda visíveis, acima do nível de enchimento das albufeiras de Belver e Fratel, diversos muros de sirga, outrora essenciais à navegação fluvial até Ródão e du-rante a dominação Filipina até Toledo..... " Ministerio do Ambiente, 1999.