15 junho 2010

MAR POR COMPANHIA


Por entre baldeadelas, camisas cheias de esparguete e molho de cebola ( cebolada era a especialidade da casa, tanto que já sonhava com cebolais), lá se ia andando. Ora na frente da pequena flotilha, ora mais à rectaguarda, a jeito de guar de honra.



As surfadas eram um prazer (?) na monotonia dos dias.



Se bem que muitas vezes acreditei ter companhia.

2 comentários:

Mar da Palha disse...

Bonitas fotos!
Até chegar a Luanda fizeram alguma escala?
Estes rebocadores vão deixar saudades!

BLUE MOON I disse...

Niente, nada , rien du tout.....
SZem tirar fora daqui até Luanda By the Sea.