20 setembro 2010

(S) CEM MILES

Com toda esta azáfama da minha piquena passagem por ilhavo, dos saltinhos para a mesa e dos pulinhos para a cama, ( berdadeiro atleta), deixei que a marca centenário/milenar, passasse ao lado desta narração tragico-maritima. E em boa hora o fiz, para vossa salvaguarda, penso eu.


Um dia vai ser o yellow submarine. De alguém


Berdadeiro arraiolos de ripas, estes pescadoiros/atracadoiros, foram deixados em herança por aí abaixo, até à Ilha Canela, Portuguesissima, com a sua própria Gafanha e tudo... Não fora o mau feitio doa Espanhóis, e habiam de ber......


Mais um exemplo palafitar



O mesmo mais ó pé.

Ó pé do mesmo , e

Aqui se vê o intrincado da coisa, que desmotiva os mais inventivos. De facto, tanta ripa e tanto prego...
Sabem com quantas minhares de paletes, de marteladas, de unhas negras se faz uma lacustrice destas?
Eu também NÃO.

Acabamos os cem mil  com esta Costa Nova, da Bruxa da empalhada e da Imperial, cá travestido de fino.... Ou será ao contrario????

1 comentário:

João Manuel Rodrigues disse...

Gostei dessa do "mais ó pé do mesmo ó pé".

João