20 setembro 2010

CASTELO DA GAFANHA

Todos nós temos de uma forma ou de outra, a ideia que as festas , além de celebrarem o sagrado entre os homens, andam de mãos dados com o profano. Garante-se assim a protecção do DIVINO, e o prazer dos povos. Coisa corriqueira nos nossos politicos de hoje.


Os pescadores, fruto do seu trabalho, do medo do desconhecido, e porque não,  do  do futuro , são dos crentes, os mais crentes, e dos  devotos os mais arreigados aos varios Senhores dos Navegantes. Que é o seu negócio . No caso das fotografias, tratou-se de uma Senhora, mas também dos Navegantes - Nossa Senhora dos Navegantes.
Por palermice minha, não vi a Senhora chegar, já apanhei a missa a meio. E como sou um pouco como o galo, despachei-me depressa, e à pressa.
Mas a homilia foi direitinha para, imaginem quem????


Os melhores brocados à janela, como manda a tradição, e aqui sem medos e tiques.

          Do Castelo da Gafanha, é minha opinião que seria para salvaguarda de alguma povoação  importante da área, ou a entrada para. Sabe-se que a Barra era mais a norte, logo a defesa da barra está fora de questão.
Ou então, muito a semelhança dos dias de hoje, fez-se a obra para deitar fora. Já se pensou no metro do aeroporto de Lisboa, e que quando este lá chegar, muda-se o aeroporto???
Ai meu Deus...... Só me apetece xxxrir.....

aceitamos contribuições.


Sem comentários: