17 abril 2010

OLHO DE BOI

É o que toda a gente sabe. O olho do bicho.
Mas também é torneira e especie de candeeiro ( maritimo). Declinado em torneira, nota-se nas paredes das casas ( mais antigas) , aquela protuberancia a que chamamos torneira de segurança. Se em aparato para dar luz, ainda se vê em lojas de decoração com motivos nauticos, e , claro, nos navios. Mas em desuso.

É de crer que esta bela localidade sem o seu castelo altaneiro, usa este nome não por ter torneiras ou candeeiros, ou por o acaso de algum boi ter perdido aqui o olho. Não. Creio mais ser o lugar de alguma nascente de água ( olho de água), e a que algum boi mais insatisfeito apadrinhou.
De facto é nesta zona que as caravelas das descobertas faziam aguada, por se tratar de água bem espiritada, o que aliada aos vinhos da D. Ermelinda, fazia com que não houvesse descoberta que não levasse com uns tonéis de vinho do POCEIRÃO. O vinho sempre andou de mãos dadas com a água.

Sem comentários: