15 abril 2010

FIGUEIRA DA FOZ, AO LARGO

A começar em Peniche, os barquinhos de pesca aparecem. Poucos, mas aparecem. Se a fitorologia do Berard der certo, estes também acabam, ou começam a pescar crude.....Este, particularmente vermelho é bonito.


As redes de emalhar, os anzóis e correlativos deveriam , à semelhança do que de melhor se faz nas estranjas, criar uma certificação  para evitar que esses nabos abetarrabos , que dão pelo nome de Douradas ou robalos, sejam IMPINJIDOS aos menos avisados  como peixe bom. Quando NÃO O É!



Figueira,na alheta.



Tem sido dos portos do Continente, com crescimento mais acentuado.

Sem comentários: