26 março 2010

SUBMARINOS E NÂO SÓ


A Marinha de guerra Portuguesa, como todas as marinhas do mundo, deve estar apetrechada não só para as missões diplomaticas como também para todas as "outras". Com as outras , quero dizer, a defesa da soberania, e a  dissuasão. O controle das pescas e do trafico de droga. Haverá mais.


Os submarinos, por razões obvias, são ultra essenciais.

A questão, não está em se ter ou não pontes, submarinos, aviões e autoestradas. A questão está na desonestidade , que faz carreira nos ultimos 30 anos.

5 comentários:

Anónimo disse...

Com o alargamento previsto da nossa plataforma continental vamos aumentar e muito o nosso mar, como podemos ver nestas fotos: http://sic.sapo.pt/online/noticias/vida/especiais/alargarportugal/Portugal+ambiciona+ser+potencia+maritima.htm.
Não percebo como vamos conseguir "explorar" estes recursos sem sermos "explorados", mas isso é outra conversa.
Cumpr.
PJ

jc disse...

Concordo consigo.Fica muito mais caro manter aquela "chulada" toda que gravita à volta da assembleia da Republica, do que todos os Navios e Submarinos da nossa Armada.Se contabilizar-mos o custo e o tempo de vida das embarcções e comparar-mos com os custos diarios da "nossa" Assembleia e dos "artistas" que por lá passam...Voila.
Já tinha-mos a Casa do Artista e muito bem, mas é na "Casa dos artistas" que se fazem as negociatas.

BLUE MOON I disse...

PJ - É fazendo que se consegue.
Casa dos artistas.... É boa essa!!!!

CELTA MORGANA disse...

O problema dos submarinos, está nas PORTAS. São caras !!!!

BLUE MOON I disse...

Não esquecer helis, comunicações e por aí adiante....