20 julho 2006

CAPITÃO FERREIRA NAS CAMPANHAS DA PESACA DO BACALHAU

Naquele tempo os navios ( alguns) usavam um estai ou um triangulo de tempo, por forma a ajudar a manter o navio mais aproado ao vento, ou ao que resultava do vento e da corrente; Mas também ajudava o navio a manter-se atravessado à corrente e " dar rolo" - balanço transversal BB-EB - por forma a acamar melhor o peixe já no sal, desde que a ondulação o permitisse.
Na outra imagem o navio, aqui fundeado, antes da sua sua viagem inaugural, airoso; Para os tempos de hoje, é pequeno; No entanto, naquela época era uma das maravilhas; Recordo que, quer o camarote do Comandante quer o do Imediato, já possuiam casa de banho, o que evitava vir à borda apanhar ar...
As madeiras utilizadas eram uma espectacular mistura de madeiras exóticas, com o mobiliário irrepreensível, até para os dias de hoje; Pena era que a porta do camarote do Imediato ( o navio não tinha passagens interiores) não vedasse a agua do mar, quando o tempo estava de BB; Ainda hoje recordo a roupa das duas gavetas inferiores da " cómoda" completamente inutilizada, logo no primeiro temporal que apanhámos; O AMAURI esqueceu-se de me avisar, o malandrão.....

3 comentários:

Anónimo disse...

Explica-me essa do Amauri que não entendi.Põe nos comentários do blog.

Anónimo disse...

Toda a mobília era em mogno.
As madeiras nacionais com que foi construido este navio foram as do pinhal de Leiria, derrubadas pelo ciclone de 1941 e que estiveram na Fig. da Foz,rio Mondego, mergulhadas numa bacia natural entre areia e água,com correntes de vazante e enchente, consequentemente em águas salobras (água doce: 1,000 e água do mar 1,025 de densidade, mas sempre renováveis com as marés).Esta a melhor maneira de "curar" a madeira para construção.
Por esta razão o navio durou tantos anos.
Vejamos como estava assente toda a baixa ribeirinha de Lisboa, depois de terramoto de 1975.
O Marquês de Pombal sustentou toda a baixa em estacaria de madeira para que as correntes do Tejo a pudessem sustentar.
Agora que quiseram fazer o metropolitano todos sabemos o que está a suceder.
Outro:
A velha capitânia do porto de Aveiro está assente em estacas de madeira.Foi reconstrida e está um espanto!. Isto na minha opinião, claro!
Não lutemos com agressões contra a natureza.

Anónimo disse...

Corrigir a data do terramoto de 1975 para 1755. Percebe-se que foi um engano ao carregar nas teclas.