30 outubro 2011

BAÍA DOS ANJOS

Depois há a realidade Nacional, Regional, e por aí fora.
VIVA!!!!!!


 Aqui vertido, o RUBY PRINCESS,  um do 16 navios que compõem a frota dos Princess.


Devemos estar todos orgulhosos do que fizemos à nossa marinha: A troca pelos camiões decorreu sem incidentes. De vitória em vitória, até à derrocada final....

NAUTICAL OVERBOOKING EM PONTA DELGADA


Um dia destes, puseram-me a andar do cais para dar banho ao ferro, à cause destes meninos.


 Todos se preparam para a saison " hurricane off-season" e que vai do 1º Juno ate 30 de NOvembro.

PESCADORES


Neste caso, já estão de volta. Saem normalmente com o dia, ou até um pouco antes. Serão uma 6 da manhã e é vê-los, com as suas luzinhas a iluminar a vastidão. Engraçado, que no meio do mar e cheio de cabeços, se coma muito cantaril(ho) e abrotea. Porventura o resto será para exportar. Ontem por exemplo, num restaurante de 25€ por cabeça ( normalissimo, cá para casa), só havia disso mesmo, abrótea e cantarilho.
Só se safam porque têm o melhor bife, num raio de quase 2.000 Kms.


O desenho dos barquinhos, anda entre as lanchas do nosso norte e os botes baleeiros, mais esguios, que se chama lá pelas estranjas double enders, pois não têm painel de popa.


E a pesca é regra geral muito colorida. Triste, mas igualmente colorida

O PICO VISTO DO PICO - LAJES

 O Pico é muito irrequieto. Todos os dias mostra a mil e uma caras que deve ter guardadas .


O entardecer tem destas coisas.

29 outubro 2011

PRÉ PÓS PRÉ PANAMAX

 O Lusitânia, com recorte de navio, construido  há 10 anos.

Navega airoso, e faz a sua parte.
O que não é pouco, acreditem..
Portugal, navios, só em sonhos.

AS ILHAS DA BRUMA - MISTY ISLANDS


Bom, é oficial: Elas existem e EU cheguei lá! Ólarilas!
Depois das brumas, a primeira à direita, e depois, toujours en avant jusque au fin de la mer.... (de)


Será o Pico ou S. Jorge, em dia de Verão.

23 outubro 2011

AS ( E OS) SETE CIDADES



O caldeirão "apanhado" num radar, conjuntamente com uns quantos aguaceiros, coisa rara por aqui.
O que me espanta é a agua do mar não ser doce....



O mesmo caldeirão, mas mais maneirinho, numa aplicação do IPHONE. Fantástica, por acaso, e no dizer dum amigo -" poças!!!"


Outro Sete Cidades
Da Escola Nautica  surripiei esta fotografia do Sete Cidades, dos Carregadores Açoreanos.



Outro ainda , este rebuscado no Site  NAVIOS E NAVEGADORES, da Companhia Insulana de Navegação



E por ultino, já da Transinsular,  vergonhosamente desviado do LMC, que de barcos, barquinhos e barcões   meus amigos, tem tudo.

E prontos, de sete já chegará; Ou ainda não?

PONTA DAS ARINDAS


           Creio que é a do titulo.
Por vezes, quando não se escreve de imediato, ficamos assim, sem saber o que dizer.

         
          Mas também o que conta é a bela barcoleta, que se prepara para entrar em Ponta Delgada. Não me apercebi de bandeira. È um belo barquinho, lá para os 60 pés.
Na distancia, a Ponta da Relva e a seguir a Ponta e Baixa das Feteiras.

A STAR IS BORN

       
  É de facto um acontecimento unico. Apesar de o vermos todos os dias, sensivelmente no mesmo sitio e, não fora a desastrada intervenção humana, praticamente à mesma hora ( nascer), não deixa de ser irrepetivel. Delicio-me muitas vezes.....


Neste caso, a Ponta da Galera, já tão vista.
O Sol aparece aqui pelos 112. E nasce a zero, imaginem....

20 outubro 2011

SENTADOS E DE PÉ

Pois é!
Entre as ilhas de S. Jorge e o grupo Faial e Pico, encontramos este " arquipélago" cujos elementos dão pelo nome de Ilhéu Sentado e de Ilhéu de Pé.

Não compreendo porque não deitado.... Está mais ao jeito.

VELAS DE S. JORGE - VINDOS DE OESTE



É o verde omnipresente, salpicado pelos brancos e vermelhos das casas.



O mar também esta sempre nesta historia.
Na Graciosa, na Praia, por exemplo, as casas possuem um especie de tampões para as janelas e portas, afim de as proteger das vagas que repetidamente les batem à porta, tornando a estrada marginal intransitável.

AS VACAS DAS VELAS

E nós a ve-las, pensarão vocês.
São muitas e provavelmente açoreanas. Tenho ajudado ao controlo demografico , afinfando com os bifes da Atlantica em S. Miguel, regadinhos com cerveja Melo Abreu, finissima. Já na Graciosa, come-se muito um prato caracteristico da região, e que é nem mais nem menos a POSTA MIRANDESA, que como o proprio nome nos indica é ....
Da Graciosa.
As vaquinhas são todas do circo, e sobem e descem estas ribanceiras com um pata às costas, sempre a dar na relvita.
É uma aflição comê-la, mas sou do género esforçado ....

17 outubro 2011

BBC SPAIN

          Bound for the East Coast of the USA, the BBC SPAIN left, under a super  cloudy grey sky, the Port of Ponta Delgada, in the midle of the North Atlantic vast.

Este post é um pouco como os motores antigos....Pega a gasolina para depois virar para o petróleo.....

          Após cerca de dois meses de reparação neste porto, para onde arribou rebocado . Rebocado e rebocador encontram-se bem.

16 outubro 2011

SÃO MIGUEL - AÇORES DA PONTA DIREITA

Sim , que os  há também  ao centro, recheado com S. Jorge, Faial, Graciosa, Pico; A Terceira não devia ser daqui, mas vá lá....



Daqui, do meu ninho, tenho ralado  e dado tratos à cabeça com o trabalho deste navio, bem amorenado por dentro e por fora.
Todos os santos dias, ou pelo menos sempre que o pode, lá vai ele para a sua vidinha, para regressar um ou dois dias depois nesta figurinha, carregado até às almacias, e quase a soçobrar do pesadelo.
Após alguma observação e muita consulta, cheguei à triste conclusão de que com o seu labor diário está, nem mais nem menos , a descalçar a ilha, aqui por Oeste desta ponta, tornando-a assim ainda mais delgada.
Além claro, de tornar a ilha mais pequena, corre-se ainda o risco de ela ( a ilha, pois) entornar para aquele lado....

É sempre à primeira...

15 outubro 2011

AS CRICAS INSULARES


Aspecto de uma crica - aportuguesamento de CREEK, se bem que efeminado - nas ilhas Açoreanas, mas não recordo qual.

Cricas como sabem, vêm até ao mar. E nem sempre ficam por lá. Por vezes secam, que ao que parece está a acontecer por aqui.
Com efeito, ao invés de chover todos os santos dias, parece que só chove  todos os dias, criando um dos piores periodos de seca que há memória.
O mar recua , e apesar do aquecimento e  derretimento das calotes , desaparece a olhos vistos.
Foi anunciada uma comissão de inquérito, para banalizar a coisa. Ou analizar....

PONTA DA GALERA E AS BALEIAS


A Ponta da Galera, ao nascer do dia.
Alguém que saiba mais disto que eu, me explique aquele reflexo(zinho) à esquerda do sol, ligeiramente mais abaixo.
Luz a mais?? Algum buraco na lente??


          Momento da saida dos WHALE WATCHING GUYS.
          Parece, diz quem sabe, que têm uma baleia avençada ao Governo Regional. Mas com o apertar do cinto, parece que a avença está por um fio.....Ou por um buraquito.
          Vai ser substituida por uma de encher.

10 outubro 2011

O VERDE AÇOREANO


          Se há algo que seja  "Açoriano" caseiro, é o verde, que nos entra olhos dentro:  Não o outro, que não há cá e toma outros caminhos.
Entrar nas localidades que passo, é caminhar no tempo. Para Trás.
Possivelmente, assim é que está certo.

09 outubro 2011

ARRIBADOS E OUTROS NÃO







 Arribou não sei para quê. Mas parou por aqui durante 2 horas, talvez.



Caracteristicas:
Comprimento Fora a Fora 105.9 m
Entre Perpendiculares 94.7 m
Boca Máxima 21.0 m
Calado Max a Meio Navio 5.8 m


Singelo no caminhar, o navio da Transinsular INSULAR desarriba, que é como quem diz, sai para o mar. Lisboa será o destino.



Aqui em cima, o SANTORINI EXPRESS,  provavelmente a fechar as contas deste verão.


08 outubro 2011

À VOLTA DAS ILHAS MÁGICAS


Contrariamente ao que se tem apregoado, os Açores não ficam longe de ninguém. A distancia ditam-nas as operadoras aéreas e os seus preços, que depois são copiados pelos outros operadores.
Enfim, damos de borla.

          Situados a cerca de meio caminho do mundo novo, os Açores são a plataforma do que se quiser. Mesmo nos dias de hoje, fazem falta, com a sua localização : seja para  abastecimentos - combustivel e mantimentos - sejam as rendições de tripulação, peças para reparações e porque não, as próprias reparações, que poderiam ser tratadas por cá.
Parece, e de acordo com muitos locais, não ser essa a vontade.
Claro que a ignorancia, ou omissão das nossas entidades são as responsaveis por tal, mas que sabemos não poder ser responsabilizadas.
          Não é este o mar que os nossos forums conhecem; Não vêm ca em Agosto molhar os pès, e de quando em vez é chato.
Digo eu!



Na imagem, um rebocador da APSM a caminho de um navio tanque para rendição de tripulação.
Note-se que esta situação  é a excepção.

MV AMADEA



          As manhãs têm coisas destas, bonitas de se verem. Abusei da luz e da sorte, mas.....
Depois de rodar fora dos molhes, o AMADEA , que como se pode ver é UMA navia, de cú para entrar
em Ponta Delgada.



O AMADEA que até 2006 dava pelo nome der ASUKA, está registado nas Bahamas e foi feito (a) no Japão em 1991, com um custo de 150 milhões , não sei de quê mas também não interessa.


as Bahamas é como se sabe, uma coisa como os Açores....

Mais uma chaminé bonita.
Vai para a America Central ou America do Sul, e com este caminho vem do Mediterraneo.

Um dia destes de manhã, as areias ( pretas) cá do sitio estiveram em alerta vermelho......


E a minha terra que tropeça em areia, ( branca) para onde quer que se vá.
Os camiões é que não chegam cá -ainda - senão estava tudo cheio, acreditem....
Agora de barquinho, já ninguém sabe do que se fala!

A draga, já o LMC disse o que é necessa.rio. Tam proa e popa de navio. Sem ser particularmente bonita.
Ajudou a descalçar a Inglaterra