08 outubro 2011

À VOLTA DAS ILHAS MÁGICAS


Contrariamente ao que se tem apregoado, os Açores não ficam longe de ninguém. A distancia ditam-nas as operadoras aéreas e os seus preços, que depois são copiados pelos outros operadores.
Enfim, damos de borla.

          Situados a cerca de meio caminho do mundo novo, os Açores são a plataforma do que se quiser. Mesmo nos dias de hoje, fazem falta, com a sua localização : seja para  abastecimentos - combustivel e mantimentos - sejam as rendições de tripulação, peças para reparações e porque não, as próprias reparações, que poderiam ser tratadas por cá.
Parece, e de acordo com muitos locais, não ser essa a vontade.
Claro que a ignorancia, ou omissão das nossas entidades são as responsaveis por tal, mas que sabemos não poder ser responsabilizadas.
          Não é este o mar que os nossos forums conhecem; Não vêm ca em Agosto molhar os pès, e de quando em vez é chato.
Digo eu!



Na imagem, um rebocador da APSM a caminho de um navio tanque para rendição de tripulação.
Note-se que esta situação  é a excepção.

Sem comentários: