18 agosto 2011

A BOA E A MÁ PESCA



Algures, já na parte sul do nosso mar, quase a metade do caminho para o Brasil, apanhámos este parente do peixe espada; de serrote bem afiado, apresentou-se-nos desta forma. Tínhamos cerca de 200 metro de linha para baixo. Comeu-se (?) frito e ninguém gostou.

Sem comentários: