21 janeiro 2012

ATERRAR NO CABO


A relação das dimensões está aqui bem patente.


 São navios que trazem ou levam carga, abastecem, mudam tripulações, reparam as avarias, enfim, usam os portos para o que é necessario. Para isso, os portos só têm de ser concorrenciais.Para isso, têm de se diferenciar  pelos serviços, pela qualidade dos mesmos, ou simplesmente pelo preço.
Como em tudo na vida.
As cocagens, por aqui, chegam a marcar-se com 1 ano de antecedencia.... Just in case.


Quase que se tinha de "ensebar" o costado, carago.

Sem comentários: