09 janeiro 2011

O MARCO POLO

Com as curvas clássicas de navio, uma imagem a reter; Deixa os caixotes a milhas.Pode navegar com mar.
Transporta 800 passageiros; só.

Primeiro globe trotter de que há memória, deixou que contar. E pasmar. Depois viu-se muita imaginação, mas serviu de mola a muitas nações - até a Portugal - para saltar do seu espaço e procurar novos mundos.
Algo que nos está agora a fazer falta.
E não é metáfora.
 A nossa Marinha de Guerra é, após cerca de 1000 anos de identidade, o que nos resta de presença  nos mares; os sucessivos desgovernos tudo têm tentado - e conseguido - para acabar com a nossa tradição, o nosso saber fazer. Ser vizinho do Atlântico pouco tem dito a esta gente.

Como há pouco tempo se ouviu, os assuntos do mar  estão no ministério da defesa e as pescas no Ministério da Agricultura. Tem tudo a ver. Grelos e robalos sempre se deram bem.




Se bem que robalos agora é mais porta bagagem.


Os navios hoje, e retirados o comercio com as ilhas afortunadas, são mais do imaginário.

A nossa frota de pesca, que sempre foi uma das nossas grandes marcas , está ancorada ao largo de Cascais.

1 comentário:

joao madail veiga disse...

Mas tu tens alguma coisa contra os grêlos? sim,tu tens alguma coisa contra os grêlos??? ahem????