23 fevereiro 2007

O BACALHAU

Para dar um empurrão ao João, hoje apetece-me falar do bacalhau; do COZINHADO, claro, que do outro já temos que nos baste. Este que trago comigo, embora necessite de aguas mansas, não demora muito, e precisa de algo que nos barcos normalmente não há: uma frigideira, sertã ( na minha terra) ou equivalente. depois é como segue: 4 - Postas de bacalhau demolhado 4 - Batatas grandes em rodelas 2 – Cebolas em rodelas 4 - Dentes de alho laminados 1 - Folha de louro 2 - dl de Azeite - Farinha, pimenta e salsa picada p.b. 1 – Jorro de vinagre 1 – Colher de sopa de colorau doce Confecção : Passe o bacalhau demolhado por farinha e frite em azeite.Retire e reserve ao calor. No mesmo azeite, aloure a cebola em rodelas, os alhos e a folha de louro. Junte o vinagre, a pimenta e o colorau. Deixe ferver Deite a mistura sobre o bacalhau. Rodeie com as batatas fritas em rodelas grossas. Polvilhe com salsa picada e sirva. Bom apetite. Por cá, creio que o vou experimentar hoje. Com um vinho do FUNDÃO de se lhe tirar o chapéu.

A PONTE DA MALHADA

Não podia deixar de me associar à homenagem, singela, á dita ponte , e mostrar com a vi da ultima vez em 180606.

22 fevereiro 2007

GALLANT LADY

É mais do que certo que se refugiou aqui para escapar à forte ondulação que é esperada para a nossa costa;
Pinas coladas e daiquiris em Alcantara -by- the- sea! Olari ló lelas.
Dourados na proa.

21 fevereiro 2007

TYPHOON FAVIO

É uma depressão Tropical, que dá origem a estes fenómenos destruidores ; Este, que nesta zona do globo fica com o nome de tufão, vai a " navegar" a ENE, para terra portanto, e vai-se encaixar na zona da BEIRA, bastante mais fraco do que se apresenta hoje, espera-se : ventos de 125 nós , rajadas de 150 a 175 nós, e levanta mares de perto de 12 metros.
Muito de tudo, portanto. Antecipam-se umas sandoxas para quem navega na zona...

19 fevereiro 2007

O MAR - VISTO DE TERRA

São muito poucos os marinheiros que conheci que não gostassem de olhar o mar; muitos até afirmavam que era muito bonito, o mar. Embora alguns acrescentassem :
- Visto de terra.....
Imagem da Praia Grande, proximo do local de encalhe do navio ANGRA.
De facto à porta do restaurante com o mesmo nome....
Lá se foi o romantismo!!!!!

17 fevereiro 2007

CARRARIA

Esta vida de marinheiro..... Trá lará lará lará....
Do nosso incansável amigo Eng. Batel, estas imagens

O BEIJO

Associando-se ao espirito festivo dos outros blogs com esta imagem de “ beijo envergonhado “, o Blue Moon deseja as maiores realizações ao Ships and Sea, que tantos e tão bons momentos nos vem oferecendo. Falta talvez um pouco de champã, e um porquito, não era, para a coisa se compor.... Será que posso deixar a ideia no ar?????

14 fevereiro 2007

O " SON OF A TOWN HALL"

Navio feito a partir de tudo o que possamos imaginar, e mais essas que pensou agora.
Com 50 pézes de comprimento e 12 de largura ( boca), cala 1,6 pézes ou 6, consoante tem uma prancha metida na água ou não; Navega, ou faz por isso; inafundável , graças á muita quantidade de espuma de poliuretano que possue.
Navegou dos USA ( Maine) para a terra Nova em 41 dias, e depois durante 60 dias até atravessar o Atlantico Norte, tendo aterrado em Castletownbere.
Daí passou para França e mais tarde, através do sistema de canais interiores ( UMA MARAVILHA; ABOLUTAMENTE A VER) chegou ao Mediterraneo.
Em Janeiro de 2005, õs proprietários tentavam oferecer o navio (?), em vão.
Estava na ocasião no Mediterraneo, França.

12 fevereiro 2007

LIMPEZA

Não, não é só o convés a andar limpo. Também se limpam camarotes e outras areas da tripulação.
A separação das peças é fundamental, para uma limpeza a fundo.
O meu compadre , hoje em águas mais calmas, na pilotagem da barra de Lisboa, vai gostar de ver. Parece o camarote do Navegante.

DE LADO

Esta fotografia do Sr.J.J.Pronk, revela sem a espectularidade do que aqui tem aparecido, algo que os marinheiros vivem no seu dia a dia: O desconforto do balanço, mesmo quando o tempo não é muito mau. Algumas vezes, até bom.... Neste caso, parece que há vento

11 fevereiro 2007

A ESCUNA MÁGICA

Ou como como o sal faz falta .... à vida Esta escuna, que aqui aparece deitada, ia carregada de sal até embater num outtro navio, causando o seu afundamento, ao largo da costa da Carolina do Norte. Nada de novo. O bonito foi que a escuna re-apareceu a flutuar passados uns dias, permitindo a sua recuperação. O sal tinha-se dissolvido, sendo esta uma das razões porque a água do mar ( e o bacalhau do João) são tão salgados. Bom domingo

10 fevereiro 2007

09 fevereiro 2007

TERRA NOVA

Fotografia " surripiada" . Impressionante! A vista é a que terá alguém numa plataforma de prospecção. Nas minhas viagens por lá, conheci e privei com o capitão de um destes S.V. que fazia estação em St. Johns. Era Americano e estava tão desterrado como eu. Vi muitos filmes ( super 8) que ele fazia, e todos tinham o mar medonho, enorme a que nós fugíamos... Muitas vezes, chegávamos para fugir ai tempo, e lá ia ele, a sair. Força 10, e sempre em frente.

06 fevereiro 2007

POSTAIS DE AVEIRO 2

Alguns painéis, retratavam mais do que a imaginação dos artistas, recorrendo muitas vezes à má lingua local, que transformavam .
Sen estes quadros, os moliceiros não seriam o que são hoje.

POSTAIS DE AVEIRO 1

A irreverencia das gentes da ria, nos painéis dos moliceiros; Assim esconjuravam os rigores do trabalho com os sorrisos de intenção e procuravam, entre si, ultrapassar o vizinho; nos ditotes, entenda-se.

01 fevereiro 2007

A RIA DE AVEIRO

Formosa imagem do ancoradouro e cais de atracação de um feliz proprietário ribeirinho, na zona da area metropolitana de Ilhavo.