24 julho 2012

NASCER DE MAIS UM DIA


 Tem-se a ideia de fartura, quando se pensa em Africa.


Pois, não foi de propósito.

SEMAKAU


Ao ouvir este palavrão apetece-me logo dizer: ÉS TU!!!!
Cada um tem o que merece. Os navios são senhoras, mas às vezes com nomes de homens....

Bateu no fundo, ao passa pelo canal de Suez. Sem danos, ou registos de poluição. Reflutuou by herself, e cá esteve em Cape Town, com a trouxa .


 320 metros para 6 478 contentores ( 20 pézes)


Aqui por cima. reparem na nuvem baixa que sobrevoa parte da cidade. Não conheço outra terra onde as ,assas de ar estejam tão diferenciadas. Por vezes, temos 3 estratos diferentes.

23 julho 2012

Fotografia: Cape Town 2012


Lembram-se da estoria em que um turista,ao passar por uma localidade longínqua (?)  deste nosso Portugal, indaga a 2 residentes ( reformados pois claro!) sobre como se dirigir a uma outra localidade?? Fá~lo primeiro em francês, depois em inglês e alemão, e por fim em espanhol  sem que obtenha outro resultado que não seja dois abanares de cabeça.
Comentavam após o encontro:
- Acho que devíamos aprender línguas, carago!
- Prâ que, retorquia o outro... Vê bem as línguas que o gajo falava e para o que é que lhe valeu.....

Em marinha, diz-se que a velocidade de um comboio ( de navios, claro) é necessariamente a velocidade do navio menos veloz - ou mais lento.

Assim vamos nós.

TROMPE D'OEIL




Nos limites.







19 julho 2012

VALHA-NOS NOSSA SENHORA DOS AFLITOS


 Os portugueses, que todos os vidas validam as atrocidades que tantos e tantos anos de desgoverno, despesismo e desmemorização, olham para o umbigo e pensam, com toda a certeza, que povo igual não haverá. Pelo menos deste lado do mundo.


E não há!

18 julho 2012

A ENTRADA DA BARRA DE CAPE TOWN

Em boa verdade, não existe barra em Cape Town, Antes uns esporões que servem para conter ( mal) a ondulação por vezes forte. Mas, basicamente e felizmente, funciona.


O cais da entrada da barra. Sentia-me como o policia do porto. Ninguém saía, ou entrava sem eu dar por isso. Por vezes era engraçado ver os gigantones do mar, passar a um metro de mim. Questão de dimensões..
A serra, essa, é uma constante na vida das gentes de cá.

O ROMANTISMO E O MAR


1. - Onde está o mar? É assim que nos sentimos, " abanados" sem motivo à vista.


 2.- Contratos de embarque de 2 anos.


3.- São alvo de todo o tipo de sevicias a bordo. Meninos ainda.


Estranhamento, ( ou se calhar não), e apesar do enorme conjunto de códigos aprovados , há hoje Mais  e mais sérios acidentes do que na decada de 70, que é quando eu comecei a navegar. Também apesar de haver BASTANTE MENOS navios no mar, e haver uma  sensação de segurança, que afinal não o é.

OCEAN PRINCESS


Naviozinho para 680 passageiros, quase que apetece classifica-lo como " antigo", ou pelo menos demodé.
Repare-se que 4.000 passageiros e 2.000 tripulantes andam por aí.
E as qualidades ditas de " Navio " serão com toda a certeza muito diferentes do Costa Concordia.






16 julho 2012

WHAT A DIFFERENCE IT MAKES


24 litle hours......


 Aqui fazem toda a diferença
Até as focas ( leões marinhos) vêm ajudar à festa.....




Será que alguma vez, vamos ter SINES, pelo menos assim???
É que entre o diz que faz, não faz mas não faz e finge que faz, já se fizeram muitos portos. Só falta saber se os suficientes.

MESETA DO CABO


Na serie da meseat, creio que todas as imagens impressionam pela força.
Há mais..... Muitas

A GIANT STEP TO FREEDOM


Nunca soube se era Portugal, se os Portugueses, que ficaram na memoria destas gentes. Mas , ao virar da esquina, lá estamos nós, a espreitar.

Aqui, cena do desembarque de Nelson Mandela, vindo de Roben Island.

TUDO O QUE LUZ, DE MANHÃ(ZINHA) É OURO.


Um raio mais matinal, deu este flash....
Não é grande fotografia, infelizmente.... Vale pede oportunidade

TUDO O QUE LUZ É OURO


 Luz da manhã, transforma o edifico do banco ABSA num gigantesco lingote.




.

CABO - DIA A DIA



Algum dia, alguém vai ter o pesado encargo de escrever sobre estes ultimos anos.
Alguém que certamente não deixará de perguntar:
O mar ficou tão de repente afastado de Portugal por algum cataclismo natural??
Os portugueses afastaram-se do mar??
Acreditem, que ainda vai haver quem petisque na primeira versão.....



Uma imagem diária de Cape Town.
Um navio possivelmente chinês, possivelmente taiwanês, oiu até quem sabe, apátrida, veio para dentro para abastecer.
Está carregado de peixe congelado, que irá levar para a China.

O VERDADEIRO FILHO DA PLUTA

Got you.

15 julho 2012

MARE NOSTRUM

 Se há Zonas onde o mar faz parte das gentes, por razões obvias, o sul da Africa é um deles. Não tem uma historia de mar e marinheiros como nós, aqui em Portugal. Só têm uma historia de marinheiros e de mar, onde os portugueses de outrora entram. E fazem parte do seu dia a dia, evocados nas ruas, cidadelas,nomes e lendas que passam de mão em mão.

 Portugal poderia ser (?) o colonizador ( os Holandeses acabariam por roubar aquilo), não fora o facto de já estarmos instalados em Madagáscar, o que na altura era primordial para alcançar a India das pimentas e indias jeitosas....
Por muito que os holandeses tentassem, Madagascar foi nossa, deixando nós , por isso, caminho livre para a colonização do cabo.
 Mas mesmo assim deixamos lá prole, que osmarinheiros de antanho não eram tropegos na fala e no gesto. Cachopa engraçada, era cachopa engraçada. Cá e lá....



Para final de historia, diria que tenho alguma pena , de deixar tanto e tão bom vinho nãs mãos reformadas, mas enfim, Touriga Nacional também é muito bom....

COMO EU ME VEJO


A Natureza, Mãe, deixou bem marcada a sua vontade em alguns lugares. E quis que se perpetuasse



Pena foi que não se deteve o mesmo tempo, nos poutros lugares.
Este è mágico, já o deverá ter pensado Dias e Saldanha.
E eu também