31 dezembro 2006

LUZ DO SAMEIRO

Aconteceu ontem : Naufragou uma embarcação de pesca ao largo da Nazaré. Perderam-se seis homens, seis pescadores marinheiros. Tenho ouvido as noticias com o cuidado que lhes é exigido; Seis homens morreram JUNTO – a 50 metros, dizem – a uma praia da Nazaré. Parece que os populares viram a tragédia, como se de um folhetim da TV se tratasse; Foram morrendo, um a um, até que as AUTORIDADES COM COMPETENCIA se resolvessem, como disse a minha mãe em frente da televisão também ela. E também desde há muito habituada ao luto do mar. Salvou-se um, emigrante, se calhar marinheiro de circunstancia, mas foi mais forte que os outros e de que a morte.
Tenho ainda presente, muito novo e funcionario da ECONAVE, o acompanhamento que se estava a dar a um pedido de socorro de um navio com um trupulante com uma mão decepada, a perder muito sangue e sem outros meios que os do “ medical Chest”. A resposta a este pedido, via Lisboa Rádio ao que julgo , veio atraves do telefone de uma base aérea: O oficial de dia não se encontra. Foi algo no género, mas que me deixou impressionado; Tão impressonado que sempre pedi a Deus, que se tivesse de me acontecer algo, que fosse lá mais para o Norte, onde não havia oficiais de dia de folga, e as despesas estariam com toda a certeza já orçamentadas, e não transformadas em borregos.
Já lá vão perto de 30 anos. E não se aprendeu nada.

29 dezembro 2006

LEMBRAM-SE DELE ?

O Torrey Canyon, FOI construído nos USA em 1959, com uma capacidade para carga de 60.000 tons. Foi aumentado no Japão para 120.000 tons (!!) passando a medir cerca de 1.000 pés de comprimento; Quase o mesmo que o Blue Moon, sem gurupés. Este JUMBOIZING fez com que o Torrey Canyon fosse ( e seja) encarado como o primeiro dos Super tanques . Em 1967era propriedade da Barracuda Tanker Corp., do grupo Union Oil Co. of California. A 18 de Março do mesmo ano, enquanto em viagem de Al-Ahmadi, Koweit, para MILFORD HAVEN, no SW do País de Gales, em charter para a British Petroleum , um erro de navegação (??) fez com que embatesse a cerca de 17 nós de velocidade nas denominadas Pollard’s Rocks, rasgando 6 tanques, originando o primeiro desastre ecológico de grandes proporções .A mancha resultante atingiu 700 Km2 , e o navio foi considerado perda total.

CP VALOUR O FINAL

Os últimos momentos do navio a afundar-se , no dia 20 de Setembro , cerca das 2015 horas a 25 milhas a NW do Faial.
Na ultima imagem, segundo os marinheiros , o navio exala o ultimo suspiro; e que é o ar a ser expelido das bolsas do interior pela pressão da água que entra.

E VAMOS ASSIM????

Parece o que é; dificuldades extremas, e muito, muito susto.

20 dezembro 2006

BALEIA EMPALADA

No navio tinha-se notado uma quebra ligeira na velocidade, sem correspondencia na máquina; continuou-se a viagem até ao porto de destino, onde, à chegada se deparou este quadro. A baleia já estaria morta há algum tempo, aquando do choque. Pesava cerca de 18 tons.
Lembro-e de um pancada forte, a bordo do Hermenegildo Capelo, durante uma viagem de Rotterdam para Cape Town, ( já não recordo em que zona do globo ) que se julga ter sido uma situação proxima desta da fotografia ; à chegada não havia avarias visiveis. Eu estava em baixo, de forma que não dei por nada; Só na rendição do quarto soube.

OLHA-M' ESTE

Creio que temos aqui a razão de haver tanta oposição aos novos submarinos.
Imagine-se isto aqui no rio????
No caso esta-se no mar Baltico.

15 dezembro 2006

10 dezembro 2006

A CORRER COM O TEMPO

Fotografia , da ponte do paquete Miguel Angelo,

Á VOLTA DO EMPREGO..... A PÉ

CP VALOUR

Esta fotografia decerto que alegrará muitos; As capacidades nacionais, ficaram-se pelas intenções e supervisões, por detrás das incompetências.....

AINDA A QUESTÃO DOS TAMANHOS

Como é que se consegue???!!!! Quero dizer, não está em estaleiro.....

A COISA VISTA DE CIMA

Size matters, óla-ri-ló-lé

08 dezembro 2006

NÃO FOI CÁ

Estranhamente

SIZE MATTERS

Claro, claro que sim!

MAR DE PROA

Sem palavras....

NURAGHES E MOBY FANTASY

Para que não se pense que os acidentes maritimos são coisas do passado, estas imagens são " fresquinhas" , datando de 24 de Setembro deste ano. A ultima fotografia é do outro navio que chocou.

UNION STAR

Na noite de 19 de Dezembro de 1981, o salva vidas Solomon Browne, foi lançado na tentativa de ajudar o navio Union Star, em dificuldades com o mau tempo. Todos os tripulante do salva vidas morreram na tentativa , bem como os do Uniun Star, somando 16 vidas perdidas.O que restou do Uniun Star vê-se na fotografia.

AFUNDAMENTO

Sequencia do afundamento do navio HOLMBANK, que, após embater numa rocha, partiu-se em 2 e afundou-se , sem perda de vidas . Era
um navio pequeno, com 515 GRT. e apesar disso partiu-se em dois! Pouco usual.

07 dezembro 2006

AINDA MAIS, AINDA MAIOR

Alguns numeros:
Comprimento : 397 metros ( creio)
Boca : 62 (!) m
Calado max : 16 (!!!) metros - APL a dragar a toda a força, para o meter em Alcantara.
Teus : 15.000 - quer dizer 15 mil contentores!!!!!!!
´
Este Navio faz parte de um contingente restrito que deveria demandar o porto de Sines, imaginado e construído pela PSA ( porto de Singapura), em parceria com o estado português, que cronstruiria as acessibilidades ; O resultado está à vista. As acessibilidades é que não. E o tal navio não põe cá os pés, com os resultados desastrosos que imaginamos; O que ainda safa, é o facto de se ser um PAÍS de serviços, e portanto está tudo bem; Nunca fomos tão pobres; Nunca fomos tão imbecis!

ONDE PARAM OS OUTROS ?

É sempre a chover no molhado, mas que os acidentes acontecem com uma frequancia assustadora...
O registo da LLoyd's sopbre os contentores desaparecidos ou perdidos no mar devido a acidente , mau tempo incluído, é pornografico; Não digo mais!

04 dezembro 2006

CONGRESSO DA ENGUIA - AVEIRO 2006

Para o ano há mais
....

SALVAMENTO NO MAR

Muito mau tempo, muito vento; A barcoleta só com o panito de tempo ( não é a genoa enrolada) faz o seu rumo com muita dificuldade. Se é que de todo o faz..... Mas acabou bem; Foram salvos os 3 tripulantes.
Força 10 , não ??